PERÍODO DE TRANSIÇÃO: COMO SE PLANEJAR?


  • 08/03/2121

Período de transição: Como se planejar?


No Brasil, em meados de abril até junho é o período que chamamos de período de transição águas-secas, que é o período de final das chuvas e começo da estiagem. Desta forma, o período deve estar presente no calendário do pecuarista como no planejamento do negócio como um todo. No Brasil temos uma estacionalidade na produção de capim, visto que nessa época o mesmo sofre alterações por conta da diminuição do volume de chuva.

Estes fatores interferem consideravelmente na produção de bovinos de corte. Durante o período o capim passa por mudanças morfológicas e nutricionais, como por exemplo a área foliar, que diminui. As consequências dessas mudanças é o aumento da matéria seca (MS) e de Fibra (FDN), diminuição da Proteína Bruta (PB) e da digestibilidade. Fatores que interferem diretamente no desempenho dos animais.

O aumento da FDN e MS interfere na capacidade de ingestão dos animais devido ao maior enchimento do rúmen e consequentemente menor taxa de passagem de alimento. Com todas essas alterações o ganho de peso diário (GPD) é prejudicado, desta forma torna-se mais difícil sua manutenção. A suplementação se torna uma ferramenta importante e estratégica visando suprir as deficiências do capim e permitindo melhor aproveitamento dos nutrientes.


        Como se planejar?

        Para responder essa e outras perguntas que possam surgir, devemos olhar com atenção a alguns índices e dados que facilitam nossa tomada de decisão, como por exemplo:


  • A quantidade de animais por piquete (UA/ha).
  • O que se pretende fazer com as categorias de animais presentes no negócio?
  • Se vai vender ou confinar, qual a condição dos pastos?
  • O quanto possuí de caixa para investimento?
  • Os fatores determinarão qual a estratégia a ser tomada.


A partir disso, uma visão estratégica a longo prazo, seja a frase chave para atravessar o período de transição preparado e sem perdas. Lembrando que as propriedades possuem realidades distintas, a sua própria dinâmica. Torna-se importante salientar cada vez a eficiência na atividade, intensificando a coleta e análise de todos os dados possíveis, com a adoção do conceito da pecuária de precisão, na qual o conjunto de tecnologias potencializam os índices de produtividade e facilita o manejo na fazenda.

 

Autor: Jordam Rodrigues Sousa Almeida – Técnico em Agropecuária/Consultor de Vendas – Araguaia


Referências:

Fagundes et al. 2006. Características morfogênicas e estruturais do capim-braquiária em pastagem adubada com nitrogênio avaliadas nas quatro estações do ano. Revista Brasileira de Zootecnia.

National Academy of Sciences, Engineering, and Medicine. 2016. Nutrient Requirements of Beef Cattle, Eighth Edition. Washington, DC.

CAPELARI, Matheus.; CARRIJO, L.H.D. – Nutron/Cargill – Bovinos de Corte – Planejamento nutricional para o período de transição.

https://opresenterural.com.br/nutricao-no-periodo-de-transicao-e-estrategica-para-eficiencia-de-vacas-e-bezerros/

Receba novidades no seu e-mail

Seu nome:
Seu Email:
Mensagem: